CADASTRO BOLSA FAMÍLIA 2019 — FAÇA AGORA!

O cadastro Bolsa Família 2019 é direcionado para famílias que vivem em condição de pobreza ou de extrema pobreza. O programa social é uma iniciativa do Governo Federal criada com o intuito de combater e diminuir os níveis de pobreza no Brasil.

Ao todo mais de 40 milhões de famílias são beneficiadas todos os meses. Apesar de ser criticado por uma boa parte dos brasileiros, a verdade é que a renda transferida para essas famílias é muito baixa. Porém, mesmo sendo um valor baixo, muitas famílias precisam desse benefício para poder sobreviver com a mínima dignidade.

No conteúdo a seguir responderemos as principais dúvidas acerca do cadastro do Bolsa Família, além de trazermos mais informações e dicas sobre o benefício.

Cadastro Bolsa Família 2019 (Cadastro Único)

Poder receber o pagamento do Governo Federal, os responsáveis por suas famílias deverão realizar o cadastro no CadÚnico. O Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal será necessário para receber o bolsa família e participar de outros programas sociais oferecidos pelo governo.

Pode se cadastrar no programa, famílias que possuem renda mensal per capita entre R$ 85,00 até R$ 170,00 reais (pobres) e até R$ 85,00 (muito pobres).

CADASTRO BOLSA FAMÍLIA 2019

Esse cadastro Bolsa Família não pode ser realizado na internet. Por isso elaboramos um passo a passo mostrando todas as dicas e etapas para realizar o cadastro no programa social.

Confira:


1. A primeira coisa a ser feita é ir até a Prefeitura de sua cidade, com todos os seus documentos em mãos (RG, CPF e comprovante de renda, caso possuir), e se dirigir até o setor de programas sociais. Ao chegar no local, informe que deseja se cadastrar no Bolsa Família e, depois disso, apresente os documentos que comprovem a sua situação.


2. Agora será necessário realizar o cadastro no CadÚnico. Será necessário apresentar documentos como carteira de trabalho, título de eleitor, documentos para comprovar a renda familiar e comprovante de residência.


3. Depois de realizar o cadastro, os solicitantes deverão esperar a seleção realizada pelo Ministério do Desenvolvimento Social. A seleção é realizada mensalmente e leva em consideração os critérios como renda mensal e necessidade das famílias.


4. Assim que a sua família for selecionada, o Governo enviará uma carta e o cartão do bolsa família. Após receber o cartão, o responsável familiar deverá cadastrar uma senha para poder sacar os pagamentos relacionados ao benefício.


Quem pode se cadastrar no Bolsa Família 2019

O programa social é destinado para famílias que são consideradas pobres ou muito pobres. A ideia do Bolsa Família é transferir uma renda mensal direta para essas famílias, para que as pessoas possam ter o mínimo de dignidade de sobrevivência.

Os principais critérios adotados pelo Governo Federal para classificar as famílias são:

(Pobres) – Famílias que recebem entre R$ 85,00 até R$ 170,00 por membro familiar;

(Muito pobres) – Famílias que recebem até R$ 85,00 por membro familiar;

Além disso, será necessário cumprir alguns requisitos para poder está elegível para realizar o Bolsa Família cadastro. Veja quais são as exigências a seguir:


1. Crianças e adolescentes com idade limite de até 15 anos devem possuir frequência escolar de pelo menos 85% enquanto adolescentes entre 16 e 17 anos devem ter frequência escolar de no mínimo 75%.


2. As carteiras de vacinação devem estar em dia.


3. Crianças de até sete anos devem ter acompanhamento médico em questão do crescimento e do desenvolvimento.


4. O pré-natal de gestantes deve ser feito e mulheres entre 14 a 44 anos que amamentam devem passar por acompanhamento médico.


5. Crianças e adolescentes com idade limite de até 15 anos que vivem em estado de risco devem ser retiradas do trabalho infantil e terem no mínimo 85% de frequência em serviços socioeducativos.


Valor Bolsa Família 2019

CADASTRO BOLSA FAMÍLIA 2019

O valor pago através do Bolsa Família vai depender, exclusivamente, da renda per capita e dos membros que compõe a família. Veja a seguir alguns modelos de benefícios:


Bolsa Família Básico: é o benefício oferecido para famílias extremamente pobres, que possuem renda per capita de até R$ 85,00 mensais. O valor concedido é de R$ 85,00.


Variável à gestante: o benefício é dado a gestante durante os 9 meses de gestação, no valor de R$ 39,00 mensais.


Variável de 0 a 15 anos: benefício destinado para famílias que possuem crianças em sua composição. O valor do benefício é de R$ 39,00 por criança na família (não podendo ultrapassar o limite de 5 beneficiados).


Variável a Nutriz: benefício destinado a mulheres que estejam amamentando. O pagamento é realizado em 6 parcelas mensais consecutivas. O valor do benefício é de R$ 39,00 por criança.


No site do Bolsa Família é possível visualizar todas as condições e os valores pagos pelo benefício.

Como se cadastrar no Bolsa Família gestante

CADASTRO BOLSA FAMÍLIA 2019

Como vimos o programa disponibiliza diversos tipos de benefícios, e um deles é o Bolsa Família Gestante. E se você é mulher, gestante e não sabe como se inscrever, saiba que este tópico será de grande ajuda. Acompanhe!

O Bolsa Família passará a incluir determinados benefícios mensais para mulheres gestantes durante todo o período gestação e amamentação. Com isto, o benefício pode estender-se até 15 meses, que é o tempo de gestação (9 meses), mais o que a mãe está amamentando (6 meses).

Porém, é preciso atender os requisitos estabelecidos pelo programa para poder ter direito ao cadastramento. O benefício começa a ser contado à partir do momento em que o SUS confirma e informa a gravidez. Já o período da amamentação (6 meses) se inicia após o registro do recém-nascido.

Esta iniciativa do Bolsa Família Gestante é muito boa, pois a mesma visa, segundo o Governo, disponibilizar melhores condições para que a criança possa ter um melhor desenvolvimento em todos os aspectos, principalmente pelo fato de nascerem em família em situação de extrema pobreza.


Realizar o cadastro Bolsa Família 2019 é essencial para que famílias de baixa renda possam aumentar a sua qualidade de vida e dignidade para, então, saírem de suas condições atuais. São milhões de famílias beneficiadas ao redor de todo o Brasil e tendência é que este número só aumente.

Portanto, se você se enquadra nos requisitos exigidos para estar se cadastrando, não deixe de se inscrever no programa. Basta seguir as dicas passadas acima e apresentar toda a documentação necessária.

E depois de acompanhar estas valiosas informações a respeito do assunto, esperamos que você tenha esclarecido todos os tipos de dúvida. Mas caso ainda possua alguma pergunta, deixe-a nos comentários abaixo e aguarde que responderemos assim que possível.

Não deixe também de compartilhar este artigo com um amigo ou conhecido que também não conheça o programa. Obrigado e Boa Sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *